No dia 1º de janeiro o mundo todo celebra o Ano Novo, um dos feriados mais relevantes para diversos países. Seu principal objetivo consiste em inaugurar o início de um período.

Precedida pelo Réveillon, festa que ocorre na noite da troca de anos, esta celebração também é conhecida como Confraternização Universal. O motivo desde título vem da iniciativa de pregar a paz como uma meta comum da sociedade, depositando uma esperança nos tempos novos que se aproximam. A origem desta festividade ocorreu com o estabelecimento do calendário gregoriano e com a expansão da cultura ocidental, fatores que tornaram populares a atitude de buscar algo que pudesse ser compartilhado entre diversas culturas.

A maior diferença entre a data comemorativa de 31 de dezembro e esta se encontra no jeito de celebrar, ainda mais se levarmos em conta as peculiaridades de cada povo. No Brasil, são dois momentos muito distintos. Enquanto o primeiro é mais focado na passagem de cunho festivo, o segundo está relacionado a esperança diante do ciclo que se principia, na renovação dos votos de fé e na tentativa de construir uma perspectiva otimista com o futuro próximo.

Outro costume bastante exercido é o almoço em família, geralmente organizado com fartura de alimentos e bebida. Como as pessoas têm o hábito de viajar quando possível, às vezes esta tradição acaba não acontecendo, o que não impede que ligações muito animadas e calorosas sejam realizadas entre os familiares e amigos a fim de desejar boa sorte, saúde e prosperidade.

Esta comemoração também está associada à definição de metas que deverão ser cumpridas no ano que se inicia. Geralmente estão relacionadas ao desenvolvimento pessoal de cada um ou com a busca por novidades e mudanças, como fazer dieta, deixar de fumar ou tirar algum projeto do papel. Enfim, sejam quais forem estes desejos, o importante mesmo é aproveitar a alegria geral e se sentir animado, com disposição para continuar evoluindo com o tempo.