Esta data comemorativa está associada à tradição cristã e configura como um dos feriados mais importantes no Brasil e também em outros países. Para os cristãos, nenhum outro momento se equipara à Páscoa em relevância, pois ela representa o episódio da ressurreição de Jesus Cristo.

A celebração pascoal é realizada em uma data que é móvel em relação ao calendário cívico, podendo ocorrer entre 22 de março e 25 de abril no território brasileiro e em todo o ocidente, ao passo que o oriente considera outro período de tempo, abrangendo também o mês de maio. Seu ápice é no Domingo de Páscoa, que é precedido pelo período da Quaresma e pela Sexta-Feira Santa, compreendida como a marca do falecimento do Messias.

Seu significado está relacionado ao ressurgimento e à renovação e, por conta disto, o cristianismo aborda esta data como um momento de reafirmação da fé em Cristo, bem como de seus milagres e gestos de compaixão. Por mais contraditório que possa parecer, celebrar sua morte é um método de relembrar suas grandes atitudes, afinal segundo a Bíblia, o Filho de Deus morreu para que os homens fossem perdoados de seus pecados.

Além de sua origem religiosa, esta comemoração também possui outras tradições mais atuais, ligadas á forma com a qual passou a ser tratada no mundo moderno. Tornou-se tradição a confecção e venda dos famosos Ovos de Páscoa no período que antecede este feriado. Geralmente feitos de chocolate, estes saborosos presentes são distribuídos no tradicional almoço em família que representa esta data no Brasil.

A escolha por este símbolo está ligada ao fato do ovo representar o nascimento ou aquilo que está por vir. Desta forma é possível criar uma relação com os princípios cristãos. Há também a simbologia do Coelho que distribui estes presentes, que por sua vez também se relaciona com o os aspectos daquilo que é novo.