Comemorado sempre no dia 21 de abril, este feriado nacional é um dos mais importantes marcos da história do Brasil e tem como objetivo homenagear Joaquim José da Silva Xavier – apelidado como Tiradentes por conta de seu trabalho como dentista – falecido nesta data no ano de 1792.

A origem histórica desta data comemorativa está bastante relacionada ao ano de 1789, quando parte da população de Minas Gerais realizou um movimento chamado de Inconfidência Mineira, que foi uma revolta diante do domínio português sobre as terras brasileiras e sobre determinadas decisões que afetariam especificamente o território mineiro. Mais especificamente, cabe destacar a alta cobrança de impostos como um dos principais motivos para que esta indignação fosse desencadeada.

Tiradentes foi um dos mais influentes ativistas deste embate, fato que colaborou para que ele fosse perseguido constantemente pelos portugueses. Infelizmente, a liderança e a consequente perseguição lhe renderam uma morte muito trágica e violenta através de uma execução com enforcamento. Ainda assim, seu legado é fundamental, pois sua luta se tornou um símbolo e sua imagem pessoal acabou ganhado um patamar de heroi nacional.

Como demonstrativo de sua nobreza ficou registrado o fato de ter inocentado os outros inconfidentes ao assumir para si toda responsabilidade por aqueles atos de revolta ao ser condenado. Isto fez com que ele fosse o único a ser morto publicamente e contribuísse ainda mais para sua importância enquanto defensor daquelas ideias.

Deste modo, esta comemoração ressalta uma das primeiras manifestações genuinamente brasileiras no campo político, homenageando seu maior expoente. Uma das formas mais recorrentes de celebra-la são ações culturais e educativas que têm como objetivo resgatar um pouco desta história e de todos os seus componentes. Por isso é comum que escolas e museus se preocupem na melhor forma de recontar estes fatos tão importantes nas proximidades desta data.